27 de junho de 2011

VERDADES ( Rabindranath Tagore)



Roubo de hoje a força
Fazendo nascer o amanhã,
Da janela acompanho com o olhar
As nuvens do céu.
De novo a sombra sinistra 
Tolda tristemente meus sonhos.

Tua imagem me acompanha
Por todos os lugares por onde ando.
E em todos os momentos.
É a tua presença que espanta
As brumas do desconhecido.

Não faço perguntas,
Tenho medo das respostas que já sei.
Liberta do invólucro físico
Devolverei a matéria ao pó de que fora feito.

Vivi meus tres caminhos na terra:
Purgatório, Inferno, Céu.
Tudo de acordo com meus projetos,
Minhas atitudes,
Procurando não cair nos mesmos erros.

Agora vago e espero
Entre tropeços e flagelos
O ressurgir da Verdade.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...