16 de agosto de 2011

BILHETE ( Mário Quintana)






Se tu me amas,
Ama-me baixinho.


Não grites de cima dos telhados,
Deixa em paz os passarinhos.
Deixa em paz a mim !



Se me Queres, enfim,
Tem de ser devagarinho, Amada!
Que a Vida é breve
E o Amor mais breve ainda!


5 comentários:

Viviane Peres disse...

Obrigada pela recíproca. ótima semana pra vc também.. Bjs

SIMONE PRADO disse...

Ai! Devagarinho para não assustar o passarinho! Senão ele bate as asas em retirada e pode nem voltar. Por que são tão assustadinhos, com medo de se prender, poderiam simplesmente só se deixar envolver...

Dilmar Gomes disse...

Amiga Lecy, a poesia do Mario é música para mim.
Um grande abraço. Tenhas um lindo dia.

Luna Sanchez disse...

Ainda não aprendi a amar devagar nem baixinho...Tento mas ainda não consigo.

Um beijo.

Flor de Maio disse...

Oi querida,
Que poema lindo e sensível!
Obrigada por compartilha-lo conosco.
Adorei sua visita. Dia 27 próximo o Florescendo no Outono fará 1 ano. Como passa rápido!
Bjs :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...