26 de novembro de 2011

O VENTO NA ILHA ( Pablo Neruda )



O vento é um cavalo:
Ouça como ele corre 
pelo mar, pelo céu.

Quer me levar...escuta 
como ele corre  mundo
Para me levar para longe.


Me esconde em teus braços,
Por somente esta noite,
Enquanto a chuva rompe 
contra o mar e a terra,
 sua boca inumerável.


Escuta como o vento 
me chama galopando,
Para me levar para longe.


Com tua fronte a minha,
Com tua boca em minha boca,
Atados nossos corpos
ao amor que nos queima,
Deixa que o vento passe
sem que possa me levar.


Deixa que o vento corra 
coroado de espuma,
que me chame e me busque, 
galopando na sombra,
enquanto eu, protegido, 
Sob  teus grandes olhos,
Por somente esta noite...
Descansarei.. Meu Amor !




6 comentários:

Júlio Machado disse...

"O vento é um cavalo alado"...

Pablo Neruda é genial.
Beijos!

Asas da Ilusão disse...

Pablo Neruda...sem palavras, só suspiros! Lindo post! Lindo!

Rogerio Rinaldi e Glorinha Rinaldi disse...

Adoramos o seu blog,é super bem feito e sempre estamos por aqui conferindo todas as novidades.
Desejamos a vc uma ótima sexta feira.
Estamos sorteando 2 pares de brincos.
http://sbrincos.blogspot.com

Marina Fligueira disse...

Hola: preciosa poesías, que gran maestro de las letras, fue Pablo Neruda. Gracias por compartirlo.
Te dejo mi gratitud y mi estima. Un besito y feliz domingo.

Maria Emilia Moreira disse...

Gosto da poesia de Pablo Neruda. Excelente poeta!
Gosto deste blogue de divulgação de cultura. Obrigada.

Elisa T. Campos disse...

Lecy'ns

Adoro Neruda
Lindo poema

Bjs

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...