30 de abril de 2011

PERDIDAMENTE (Florbela Espanca)



Ser poeta é ser mais alto, é ser maior
Do que os homens! Morder como quem beija !
É ser mendigo e dar como quem seja
Rei do Reino de Aquém e de Além Dor !

É ter de mil desejos o esplendor
E não saber sequer que se deseja !
É ter cá dentro um astro que flameja,
É ter garras e asas de condor !

É ter fome, é ter sede de infinito !
Por elmo, as manhãs de oiro e de cetim...
É condensar o mundo num  só grito !

E é amar-te, assim, perdidamente...
É seres alma, e sangue, e vida em mim ...
E dizê-lo cantando a toda a gente !

26 de abril de 2011

AUSÊNCIA (Carlos Drummond de Andrade)




Por muito Tempo Achei que a Ausência é Falta,
E lastimava, ignorante, a falta.
Hoje não a lastimo.

Não há falta na ausência.
A ausência é um estar em mim.

E sinto-a, branca, tão pegada, aconchegada nos meus braços,
Que rio e danço e invento exclamações alegres,
Porque a ausência, essa ausência assimilada,
Ninguém a rouba mais de mim.

CARINHOSO - (Letra da Musica de Pixinguinha)





Meu Coração, Não sei porque,
Bate Feliz quando te  vê
E os meus olhos ficam sorrindo
E pelas ruas vão te seguindo
Mas mesmo assim, foges de mim...

Ah!..Se tu soubesses como eu sou tão Carinhoso
E o Muito, Muito que Te Quero!
E como é Sincero o Meu Amor
Eu Sei que Tu não Fugirias Mais de Mim!

Vem...Vem...Vem...
Vem sentir o calor
Dos Lábios Meus
À procura dos Teus

Vem matar essa Paixão
Que me Devora o Coração
E só assim então...

Serei Feliz... Bem Feliz...


25 de abril de 2011

NÃO TE AMO MAIS (Poema Atribuído a Clarice Lispector)




Não te amo mais.
Estarei  mentindo  dizendo que
Ainda te quero como sempre quis
Tenho certeza que
Nada foi em vão,
Sinto dentro de mim que
Você não significa nada,
Não poderia dizer nunca que
Alimento um grande amor
Sinto cada vez mais que
Já te esqueci !
E jamais usarei a frase
Eu Te Amo !
Sinto, mas tenho que dizer a verdade
É tarde demais...
(  Agora leia  de baixo pra cima)

EU ( Florbela Espanca )





Eu sou a que no mundo anda perdida,
Eu sou a que na vida não tem norte,
Sou a irmã do sonho, e desta sorte
Sou a crucificada, a dolorida...

Sombra de névoa tênue e esvaecida,
E que o destino amargo, triste e forte,
Impele brutalmente para a morte !
Alma de luto sempre incompreendida!

Sou aquela que passa e ninguém vê...
Sou a que chamam  triste sem o ser...
Sou a que chora sem saber por quê...

Sou talvez a visão que alguém sonhou.
Alguém que veio ao mundo pra me ver
E que nunca na vida me encontrou !

22 de abril de 2011

Recados de Páscoa para Orkut



Páscoa.... nos lembra 
Guloseimas de Chocolate, de todas as  formas; 
Reuniões Familiares;
Descanso Físico-Mental;
 e mais outras tantas...
Mas o que considero ( particularmente!!!)  e divido aqui com Você é que:
Sempre, Sempre Precisamos Renovar  e Inovar Nossas Vidas,
A fim de que possamos manter um pique de entusiasmo,
E  Este Período  Acredito ser o mais Adequado para Tal, portanto:

Que a Páscoa seja Marcada por 
Início de Renovação e Inovação em Nossas Vidas,
Delimitando Perspectivas Diferente da Atual;
Seja na Saúde( Cuidar-se Mais!!), 
Seja  no Trabalho ( Um Olhar Diferente!!),
Seja no Ambiente Familiar  ( Mais Tolerância !!);
Seja Aonde Estejamos ( Dar ou Doar mais Afeto!!)

Pra  Você... Uma Páscoa Com Muito Afeto e Muito Chocolate....!!





21 de abril de 2011

VELHO TEMA ( Vicente de Carvalho )





Só a leve esperança, em toda a vida,
Disfarça a pena de viver, mais nada;
Nem é mais a existência, resumida,
Que uma grande esperança malograda.

O eterno sonho da alma desterrada,
Sonho que a traz ansiosa e embevecida,
É uma hora feliz, sempre adiada
E que não chega nunca em toda a vida.

Essa felicidade que supomos,
Árvore milagrosa que sonhamos
Toda arreada de dourados pomos,

Existe sim, mas nós não a alcançamos,
Porque está sempre apenas onde a pomos,
E nunca a pomos onde nós estamos.


20 de abril de 2011

EU TE AMO NÃO DIZ TUDO ( Arnaldo Jabor )




"... Ouvir que é amado é uma coisa,
Sentir-se amado é outra,
Uma diferença de quilômetros.
A demonstração de amor
Requer mais do que beijos, sexo e palavras!

...Sentir-se amado, é sentir que a pessoa
Tem interesse real na sua vida,
Que zela pela sua felicidade,
Que se preocupa quando as coisas não estão dando certo,
Quando coloca-se a postos para ouvir suas dúvidas
E que dá uma sacudida em você quando for preciso!

...Sentem-se amados aqueles que perdoam um ao outro
E que não transformam a mágoa em munição na hora da discussão!

...Sente-se amado aquele que tem sua solidão respeitada,
Aquele que sabe que tudo pode ser dito e compreendido!

...Sente-se amado quem se sente seguro para ser exatamente como é,
Sem inventar personagem para a relação,
Pois personagem nenhum se sustenta muito tempo!

...Sente-se amado quem não ofega, mas suspira;
Quem não levanta a voz, mas fala;
Quem não concorda, mas escuta;
Eu Te Amo Não Diz Tudo!

19 de abril de 2011

MADRIGAL MELANCÓLICO ( Manoel Bandeira )



O que eu adoro em ti
Não é a tua beleza
A beleza, é em nós que ela existe.
A beleza é um conceito.
E a beleza é triste.
Não é triste em si,
Mas pelo que há nela
De  fragilidade e de incerteza.

O que eu adoro em ti,
Não é a tua inteligência.
Não é o teu espírito sutil
Tão ágil, tão luminoso.
Ave solta no céu matinal da montanha.
Nem é a tua ciência,
Do coração dos homens e das coisas.

O que eu adoro em ti,
Não é a tua graça musical,
Sucessiva e renovada a cada momento,
Graça aérea como o teu próprio pensamento.
Graça que  perturba e que satisfaz.

O que eu adoro em ti,
Não é  a mãe que já perdi,
Não é a irmã que já perdi
E nem meu pai.
O que eu adoro em tua natureza,
Não é o profundo instinto maternal
Em teu flanco aberto como uma ferida.
Nem a tua pureza, nem a tua impureza.

O que eu adoro em ti - lastima-me e consola-me!

O que eu adoro em ti, é  A VIDA !


17 de abril de 2011

SE.... ( Fernando Pessoa )





"Não se acostume com o que não o faz  feliz,
Revolte-se quando julgar necessário.

Alague seu coração de esperanças,
Mas não deixe que ele se afogue nelas!

Se achar que precisa voltar, Volte!
Se perceber que precisa seguir, Siga!

Se estiver tudo errado, Comece Novamente!
Se estiver tudo certo, Continue!

Se sentir saudades, Mate-a!

Se perder um Amor, não se perca!
Se o achar, Segure-o ! "



16 de abril de 2011

É PRECISO... - ( Wolfgang Amadeus Mozart )





" Para fazer uma obra de arte não basta ter talento,
  

Não basta ter força,


É preciso também viver um Grande Amor.!"




ALMA ... ( Quiroga )







"A Alma não produz sentimentos para agradar outrem,


mas para informar clara e honestamente que situação se encontra."






14 de abril de 2011

É FÁCIL TROCAR AS PALAVRAS ( Fernando Pessoa )




É fácil trocar as palavras,
Difícil é interpretar os silêncios!

É fácil caminhar lado a lado,
Difícil é saber como se encontrar!

É fácil beijar o rosto,
Difícil é chegar ao coração!

É fácil apertar as mãos,
Difícil é reter o calor!

É fácil sentir o amor,
Difícil é conter sua torrente!

Como é por dentro outra pessoa?
Quem  é que o saberá sonhar?

A alma de outrem é outro universo
Com que não há comunicação possível,
Com que não há verdadeiro entendimento.

Nada sabemos da alma,
Senão da nossa.

As dos outros são olhares,
São gestos, são palavras,

Com a suposição
De qualquer semelhança no fundo!


11 de abril de 2011

SONETO DA SEPARAÇÃO ( Vinicius de Moraes )



De repente do riso fêz-se o pranto
Silencioso  e branco como a bruma
E das bocas unidas fêz-se a espuma
E das mãos espalmadas fêz-se o espanto.

De repente da calma fêz-se o vento
Que dos olhos desfêz a última chama
E da paixão fêz-se o pressentimento
E do momento imóvel fêz-se o drama.

De repente, não mais que de repente
Fêz-se de triste o que se fêz amante
E de sozinho o que se fêz contente.

Fêz-se do amigo próximo o distante
Fêz-se da vida uma aventura errante
De repente, não mais que de repente.



POEMA DO AMIGO APRENDIZ (Padre Zezinho)






Quero ser o teu amigo.
Nem de mais e nem de menos,
Nem tão longe e nem tão perto.
Na medida mais precisa que eu puder.
Mas amar-te sem medida e ficar na tua vida,
Da maneira mais discreta que eu souber.

Sem tirar-te a liberdade, sem jamais te sufocar.
Sem forçar tua vontade.
Sem falar, quando for hora de calar.
E sem calar, quando for hora de falar.
Nem ausente, nem presente por demais.
Simplesmente, calmamente, ser-te paz.

É bonito ser amigo, mas confesso é tão difícil aprender !
E por isso eu te suplico paciência.
Vou encher  este teu rosto de lembranças,
Dá-me tempo, de acertar nossas distâncias!


10 de abril de 2011

OU ISTO OU AQUILO ( Cecília Meireles)




Ou se tem chuva e não se tem sol,
Ou se tem sol e não se tem chuva!
        Ou se calça a luva e não se põe o anel,
        Ou se põe o anel e não se calça a luva!
       
Quem sobe nos ares não fica no chão,
       Quem fica no chão não sobe nos ares.
É uma pena que não se possa
               Estar ao mesmo tempo nos dois lugares!
                    
Ou guardo o dinheiro e não compro o doce,
       Ou compro o doce e gasto o dinheiro.
       Ou isto ou aquilo: ou isto ou aquilo...
E vivo escolhendo o dia inteiro!
    
Não sei se brinco, não sei se estudo,
   Se saio correndo ou fico tranquilo.

Mas não consegui entender ainda
 Qual é melhor: se é isto ou aquilo.

AUTOPSICOGRAFIA ( Fernando Pessoa )




O poeta é um fingidor.
Finge tão completamente
Que chega a fingir que é dor
A dor que deveras sente.

E os que lêem o que escreve,
Na dor lida sentem bem,
Não as duas que ele teve,
Mas só as que eles não tem.

E assim nas calhas de roda
Gira, a entreter a razão,
Esse comboio de corda
Que se chama coração.

9 de abril de 2011

V I V E R . . . ( Jean Jacques Rosseau )





"...Viver não é respirar,  mas  agir; 

é fazer uso de nossos órgãos, 

de nossos sentidos, de nossas faculdades,

de todas as partes de nós mesmos

que nos dão o sentimento de nossa existência.

O Homem que mais viveu 

não é o que contou maior número de anos,

mas  aquele  que mais  sentiu  a  vida!... "





5 de abril de 2011

QUANDO VIER ME VISITAR ( Debora Bellentani )



Quando vier me visitar,
Traga flores, muitas delas...
Porém, não me traga apenas flores...
Não se esqueça de juntar a elas:
A beleza do seu sorriso
A ternura do seu olhar,
A força do seu abraço
O calor dos seus beijos...



Quando vier me visitar,
Traga flores, muitas delas...
Mas não se esqueça de tirar-lhes
Os espinhos que machucam,
As folhas envelhecidas,
Os galhos secos,
As dores embutidas...



Quando vier me visitar,
Traga flores, muitas delas...
Perfumadas, coloridas, alegres:
Todas parecidas com voce!



Quando vier me visitar,
Traga voce por inteiro...
As flores?
Nem sei se vai precisar!
   

             ( Esse poema faz parte  do livro da escritora Débora Bellentani,"O Sol da Manhã de Ontem" )


QUEM PASSOU PELA VIDA ( Francisco Otaviano)



"Quem passou pela vida em brancas nuvens

E em plácido repouso adormeceu.
Quem não sentiu o frio da desgraça,

Quem passou pela vida e não sofreu,

Foi espectro de homem, não foi homem.

Só passou pela vida, não viveu! "



2 de abril de 2011

SONETO DA FIDELIDADE ( Vinicius de Moraes )

                                      







 De Tudo ao Meu Amor Serei Atento,
Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto,
Que mesmo em face do maior encanto
Dele se encante mais meu pensamento.

Quero vivê-lo em cada vão momento
E em seu louvor hei de espalhar meu canto
E rir meu riso e derramar meu pranto
Ao seu pesar ou seu contentamento.

E assim, quando mais tarde me procures
Quem sabe a morte, angústia de quem vive.
Quem sabe a solidão, fim de quem ama.

Eu possa dizer do  meu amor ( que tive) :
Que não seja imortal, posto que é chama
Mas que seja infinito enquanto dure.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...