10 de janeiro de 2012

SERENATA ( Cecília Meireles)




Permita que eu feche os meus olhos,

pois é muito longe e tão tarde !

Pensei que era apenas demora,

e cantando pus-me a esperar-te.

Permita que agora emudeça:

que me conforme  em ser sozinha.

Há uma doce luz no silêncio,

e a dor é de origem divina.

Permita que eu volte o meu rosto

para um céu maior que este mundo,

e aprenda a ser dócil no sonho 

como as estrelas no seu rumo...


5 comentários:

Arnoldo Pimentel disse...

Muito lindo esse poema da Cecília, beijos

Rayanne Albuquerque disse...

Teu poema é lindo.
Estou a te seguir.


Felicidades nesse 2012.

Vanessa Carvalho disse...

Bonito poema.

Flores e uma ventania
de bons pensamentos.

Fernando Gonçalves disse...

Olá, parabéns pelo seu blog.
Te convido a conhecer o meu,
http://carmasepalavras.blogspot.com/

;)

Elisa T. Campos disse...

Linda Serenata
Uma doce luz no silêncio.

Bjs

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...