3 de fevereiro de 2012

LITANIA ( Fernando Sabino )



O teu rosto inclinado pelo vento...
A feroz brancura dos teus dentes,
As mãos,  de certo modo, irresponsáveis...
E contudo sombrias, e contudo transparentes.


O triunfo cruel das tuas pernas,
Colunas em repouso se anoitece.
O peito raso, claro, feito de água,
A boca sossegada  onde apetece...




Navegar ou cantar , ou simplesmente ser
A cor d'um fruto, ou peso d'uma flor,
As palavras mordendo a solidão,
Atravessadas de alegria e de terror,
São a grande razão... são a única razão...







7 comentários:

Dilmar Gomes disse...

Amiga Lecins, passando por aqui para apreciar tuas postagens e me deparo com este lindo poema.
Um abraço. Tenhas um lindo dia.

Jesus te ama! disse...

lindo!!

Arnoldo Pimentel disse...

Um lindo poema. Sempre belas postagens em seu espaço, parabéns pelo bom gosto.Tudo de bom pra você, beijos.

Elisa T. Campos disse...

Lecy'ns
Fernando Sabino é tudo de bom.

Perfeitos fotos e poemas.

bjs

lis disse...

Agradecendo a visita e feliz por poder compartilhar com mais uma amiga.
Tambem gosto de "palavras ,poemas e poetas..." vou gostar de vir te ver.
tenha um lindo dia

Júllio Machado disse...

Grande Fernando Sabino;
me faz lembrar a famosa frase: "No fim tudo dá certo, se não deu certo é porque ainda não chegou o fim. "
Abraços"

Maria Alice Cerqueira disse...

Boa tarde amiga,
Venho lhe desejar uma linda semana coberta de muita paz e amor!
Sua presença é muito importante em meu cantinho, por esta razão veio lhe agradecer o seu carinho de sua amável visita sempre.
Assim que poder acesse o link
http://www.mariaalicecerqueira.com/2012/01/degustacao-do-livro-vida-nossa-de-cada.html
e leia a degustação do meu próximo livro! Vida nossa de cada dia!
Obrigada de todo o coração!
Abraço amigo
Maria Alice

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...