1 de abril de 2013

ASAS PARTIDAS ( Gibran Khalil Gibran)




O Amor é a única liberdade do mundo,
Porque eleva tanto o espírito
Que as leis da humanidade e o fenômeno da natureza
Não podem alterar seu curso..


Aquelas palavras eram uma canção celestial,
Que começou com exaltação
E terminaria em tristeza..

Elas elevaram nossos espíritos
Ao reino da luz e do calor mais ardente..
Elas foram a taça onde haurimos felicidade e amargura..


Olhaste para mim..
E seus olhos revelaram-me
O segredo de seu coração..


A escuridão pode esconder as árvores
E as flores de nossos olhos,
Mas não poderá esconder 
O Amor de nossos corações..


Toda a beleza e a grandeza 
Deste mundo podem ser criadas
 Por um simples pensamento, 
Ou emoção interior do homem..


Aquela palavra.. Acordou-me
Da sonolência da juventude e da solidão,
E colocou-me no palco,
Onde a vida e a morte
Representam seus papéis...


Tudo o que o homem faz secretamente,
Na escuridão da noite,
Será claramente revelado à luz do dia..

Palavras murmuradas em confidência
Tornar-se-ão inesperadamente 
Conversação generalizada..


Atos que escondemos hoje 
Nos recônditos de nossos lares,
Serão proclamados amanhã  por todas as ruas...


O dinheiro todo-poderoso que o povo adora
Torna-se um demônio que pune o espírito
E insensibiliza o coração..



Um pássaro de asas partidas
Não pode voar no céu espaçoso..


Muitas vezes tenho feito uma comparação,
Entre a nobreza do sacrifício 
E a felicidade da rebeldia,
Para saber qual é  mais louvável e mais bela,
Mas  até agora 
somente extraí uma verdade 
de todo esse assunto:
E esta verdade é.. 
A  Sinceridade..
Que torna todas as ações belas e honradas!



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...